Temos um distúrbio?

Os blogues podem incluir conteúdos sensíveis ou desencadeadores. Aconselha-se a discrição do leitor.

Tenho meia hora antes de ir jogar Magic The Gathering com os meus amigos online, por isso aqui vai uma entrada rápida no blogue...

Tenho-me perguntado se alguma vez chegámos ou chegaremos a um ponto em que não temos uma perturbação. De acordo com o DSM-5-TR, um dos critérios de diagnóstico para a DID é o facto de os sintomas causarem "sofrimento ou perturbação significativos".

Os sintomas causam angústia clinicamente significativa ou prejuízo na vida social, profissional ou noutras áreas importantes do funcionamento.

Quando penso na maior parte dos nossos desafios actuais, eles não se devem à DID, mas a limitações físicas. A verdade é que somos co-con mais frequentemente do que alguma vez fomos, a amnésia ainda acontece ocasionalmente, mas é controlável através de todos os nossos truques e engenhocas e, bem, os flashbacks e os terrores noturnos ainda acontecem de vez em quando, mas não como costumavam acontecer. Quando é que dizemos "eh, já chega, realizámos plenamente a multiplicidade funcional"?

É uma coisa interessante de ponderar. Financeiramente, estamos estáveis, temos um bom emprego e um patrão que trabalha com as nossas... idiossincrasias. Vivemos numa casa sozinhos. Ajudam-nos nas compras e nas limpezas, mas, mais uma vez, isso tem mais a ver com a saúde física, não com a psicológica. Até temos um pouco de vida social, embora admitamos que seja maioritariamente online, mas vivemos numa cidade pequena.

Será que podemos mesmo ter as nossas merdas mais ou menos juntas?

É claro que, provavelmente, não sou a pessoa certa para responder a essa pergunta, uma vez que fui concebida como o rosto adulto "tudo está bem" para o mundo. Talvez eu esteja a passar por cima de coisas que não quero ver. Mas, cautelosamente, quero dizer que, no geral, a vida está a correr bem. 

E isso é uma constatação interessante e algo a ponderar. Atualmente, não me sinto "significativamente angustiado". Oh, certamente que me senti durante décadas, mas agora aprendi a aguentar, a confiar no meu sistema e a aproveitar o tempo que tenho.

E, já agora, vou preparar-me para fazer um pouco desse prazer agora mesmo. 🙂 Toodles.

 

1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Mais votados
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Os fractais da noite
3 meses atrás

Isto parece mesmo espetacular! E espero que te tenhas divertido a jogar Magic! -Gabriel

Saltar para o conteúdo