O nosso "dia do inferno" está a uma semana de distância

Os blogues podem incluir conteúdos sensíveis ou desencadeadores. Aconselha-se a discrição do leitor.

Então...

Antes de mais,

O "dia do inferno" diz respeito ao nosso aniversário.

Falta uma semana para o dia de hoje

E, bem...

Sempre foi um dia aterrador para o nosso sistema.

A mãe e o pai sempre se certificaram de que assim fosse, mesmo quando os outros não o faziam.

No entanto, geralmente havia também outras pessoas envolvidas.

Nunca tivemos nada para além das celebrações dos aniversários da família

Pelo menos,

Não até nos mudarmos.

Mas, nesse caso, estaria cheio de falsos amigos e dos seus conhecidos. 

E, para ser perfeitamente honesto,

Até ao ano passado,

Nunca pensei que o nosso aniversário pudesse ser verdadeiramente uma coisa feliz.

A nossa mulher/parceira de sistema e nós dois tivemos o dia de folga.

As nossas finanças eram de facto bastante decentes.

Passámos um dia divertido.

Não me lembro bem de tudo o que aconteceu.

Sei que o nosso "irmão mais velho"/amigo mais velho veio cá almoçar.

Sei que saímos com a nossa mulher para ir buscar a nossa bebida de aniversário gratuita a um café local.

Penso que o Wadanohara esteve um pouco à frente e foi a uma loja de doces.

Sei de fonte segura que ela e a Efina se puseram à frente por terem jogado um jogo de tabuleiro com o nosso sistema esposa/parceira.

No entanto, não deixou de ser um pouco assustador.

Tínhamos acabado de trabalhar no dia anterior.

E era esse o nosso trabalho, em que estávamos quase sempre com agressores.

Sabíamos que iríamos regressar a esse trabalho

E para essa situação

Dentro de uma semana, se não antes.

Mas, desde agosto,

Afastámo-nos consideravelmente desse trabalho

Só vamos ficar como apoio de emergência

E mesmo assim,

Se a nossa mulher/parceira não estiver de folga e puder ficar comigo enquanto trabalho,

Não vamos para lá

Caso contrário, não é seguro.

Meu...

É tão estranho.

Se nos tivessem perguntado há um ano se pensávamos realmente que, no ano seguinte, iríamos ser operados, afastarmo-nos do emprego, candidatarmo-nos a vários empregos diferentes e, no momento crítico de "precisamos de um emprego diferente antes de termos de voltar a este" (um pouco perto demais para o meu gosto, mas isso agora não importa), sermos contratados e até mesmo recebermos formação completa... teríamos tido esperança, sim, mas não teríamos sido capazes de acreditar verdadeiramente em vocês.

E como... apesar de não termos a energia física, mental ou emocional para que o trabalho seja fácil, os nossos colegas de trabalho e a direção da loja são muito simpáticos até agora. O trabalho em si é algo que o nosso sistema quer experimentar desde que nos lembramos. (De alguma forma, pensámos que nunca teríamos a oportunidade de o fazer, no entanto? Acho que pensámos que era muito mais sofisticado do que realmente é? lol)

É um serviço de apoio ao cliente/indústria alimentar... por isso, não é o melhor para o nosso c-PTSD. Mas os nossos colegas de trabalho e o gerente da loja parecem estar-se nas tintas? Por exemplo, têm sido muito simpáticos quando as nossas pernas não estão a funcionar bem (algo que espero que consigamos resolver com a consulta de fisioterapia de amanhã...), e quando chegámos e não conseguíamos parar de chorar devido a uma série de flashbacks e outro tipo de stress, havia cobertura suficiente, por isso deixaram-nos ir para casa.

[Eu detestava chorar à frente dos meus colegas. Mas mesmo a minha supressão emocional não estava a conseguir impedi-lo.]

Mesmo odiando ser tão abertamente "vulneráveis" (por falta de uma palavra melhor) como temos sido no nosso trabalho, os nossos colegas de trabalho têm sido fantásticos. E a verdade é que? Cada um deles também tem sido abertamente vulnerável de uma forma ou de outra. Por isso, talvez este sítio seja mesmo um sítio decente?

Também ajuda o facto de vários membros da equipa serem membros das comunidades 2slgbtqia+.

Mas até já contámos a alguns dos nossos colegas de trabalho sobre os nossos problemas de amnésia.

Na nossa integração, colocámos um comentário sobre a nossa Perturbação Dissociativa da Identidade, pelo que a nossa gerente de loja está, pelo menos, ciente disso, mesmo que não saiba o que é.

Além disso, contámos pessoalmente a um dos nossos colegas de trabalho (o MOD que nos deixou ir para casa no dia dos fortes flashbacks) e explicámos um pouco sobre os diferentes alters.

E como... não houve muitas perguntas ou discussões desde então, mas eles não pareceram levar isso de forma negativa?

Por isso, o nosso trabalho é muito bom.

[Odeio que seja tão bom, no entanto... faz com que seja uma merda que ainda tenhamos dificuldade em trabalhar mais de 15-20 horas por semana. trauma estúpido e corpo estúpido que está a cair aos pedaços]

Por falar em trabalho, e para voltar ao tema inicial.

Na próxima semana é a primeira vez que trabalhamos no nosso aniversário.

(Será que isso é mesmo verdade? Sinto que também me lembro de ter trabalhado uma vez no nosso anterior emprego na indústria alimentar no dia do nosso aniversário... mas talvez tenha sido mesmo no dia do nosso aniversário? Duvido que nos lembremos se foi no dia do nosso aniversário ou não, até passarmos por alguns dos traumas que aconteceram nesse dia... Nota para mim próprio: se alguma vez voltarmos a ter batidos no nosso aniversário, ficarei chocado)

Para além disso, na próxima semana é a primeira vez que vamos trabalhar, mas num emprego sem nenhum dos nossos agressores por perto (a não ser, claro, que eles entrem como clientes... o que, com alguns deles, não me vai surpreender. Só espero que, se o fizerem, não façam uma tempestade num copo de água por ser o nosso aniversário. Não sei como é que os nossos colegas de trabalho se comportariam com isso...blah)

Mas a questão é que... já não estamos num trabalho mau/perigoso.

Estamos casados há mais de um ano com um sistema de parceria fantástico.

Este é o primeiro aniversário de que temos memória em que estamos mais seguros do que alguma vez sonhámos estar.

Pode até ser que seja um bom negócio. [No entanto, não estou a contar com os clientes. Eles têm sempre a mania de coincidir os piores aspectos de lidar com eles com os momentos em que estamos, mesmo que provisoriamente, esperançosos...]

Também temos uns dias de folga depois do nosso aniversário! Por isso, quanto mais não seja, esperamos poder relaxar nessa altura!

(Blah... o tempo está a avançar mais depressa do que eu gostaria. Só quero voltar a ter energia. E depois ter tempo para usar a energia como /eu/ quero).

De qualquer forma, esperemos o melhor na próxima semana, mesmo que outros alters ainda se preparem para o pior. (Vai ser bom quando nos sentirmos seguros - seguros... provavelmente daqui a anos... e não nos estivermos a preparar assim)

1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Mais votados
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
O sistema de fissuras estelares
4 meses atrás

Gostamos muito de vocês!

Saltar para o conteúdo