Será que tenho algum objetivo com isto?

Os blogues podem incluir conteúdos sensíveis ou desencadeadores. Aconselha-se a discrição do leitor.

Então... Ty tem tentado falar mais com os outros grupos de alters na minha cabeça.

O grupo de que aparentemente faço parte não é o que "controla" a vida na maioria das vezes. Ty está atualmente a tentar trabalhar com estas outras áreas para ver se conseguimos ter um papel mais importante na vida do nosso corpo como um todo

É estranho, no entanto

Sinto que estou bastante consciente do que se passa no dia a dia.

Mas ontem tive um grande choque de realidade sobre isso

Tenho a impressão de que vivemos sozinhos. Mas não. Temos uma companheira de quarto. Que está cá basicamente todos os dias.

O quê? Como é que eu não sabia da existência desta pessoa?

O Ty diz que é porque eu só faço frente quando o nosso sistema está sozinho ("provavelmente por razões traumáticas", diz ele)

Aparentemente, Kyrenoc conhece melhor o nosso colega de quarto do que o pequeno grupo de pessoas que estão a falar especificamente comigo.

Não sei o que fazer se me voltar a aproximar desta pessoa

Não sei se eles sabem de "nós".

Imaginar o tipo de dinâmica que temos com esta pessoa

O Ty não parece muito preocupado, por isso talvez eu não tenha de me stressar... mas continuo a sentir que tudo isto é stress

Mas a minha cabeça está a ficar cheia de água, por isso vou acabar esta conversa aqui e dormir um pouco

-Possum

5 Comentários
Mais antigo
Mais recente Mais votados
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Os fractais da noite
1 mês atrás

Isso parece incrivelmente angustiante (pensar que se vive sozinho e não se vive)! Está a correr tudo bem? Apesar de o nosso sistema ter conhecido o sistema da nossa mulher/parceiro durante a maior parte da nossa vida, ainda há alturas em que, num ou em ambos os sistemas, alguém vai à frente e não tem muito conhecimento sobre o outro sistema, ou sobre o que nos rodeia... e é bastante chocante, pelo menos quando acontece connosco.
Parece que não conheces bem essa pessoa com quem estás a viver... talvez possas falar com alguém com mais conhecimentos do sistema e descobrir há quanto tempo a conheces, como se conheceram, que tipo de coisas partilharam entre si? Talvez até possam escrever notas para vocês próprios (se for seguro fazê-lo), para que, se vocês ou outras pessoas com menos conhecimentos como vocês forem à frente, tenham um sítio onde ir para obter mais informações?

Honestamente, isso também pode ser muito útil em geral. Não sei se viram os posts de há pouco sobre a utilização do Simply Plural e do Plural Kit, mas especialmente o primeiro pode ajudar-vos a ter um lugar para se familiarizarem mais com os vossos alters e escreverem notas uns aos outros

Simplesmente Plural - Primeiros passos: https://www.dissociative.cafe/2024/04/aleks-simply-plural-guide-getting-started/
Simplesmente Plural - Fronters, e Integração do Kit Plural: https://www.dissociative.cafe/2024/04/aleks-simply-plural-guide-fronters-and-pk-integration/
Simplesmente Plural - Ferramentas de comunicação: https://www.dissociative.cafe/2024/04/aleks-simply-plural-guide-communicating-with-your-parts/

saoirse.t-e-c
Administrador
Responder a  Gambá
28 dias atrás

Vivemos com cadernos e pastas durante décadas, mas os telemóveis e os computadores portáteis são ainda melhores. Hoje em dia, ninguém pensa duas vezes se passamos algum tempo ao telemóvel, por isso, deixar mensagens para vocês é muito bom. 😉

Última edição 28 dias atrás por saoirse.t-e-c
saoirse.t-e-c
Administrador
Responder a  Os fractais da noite
28 dias atrás

Infelizmente, o autor do brilhante guia simplesmente plural decidiu apagar a sua conta e todos os seus posts. Desapareceu.

Saltar para o conteúdo