A torradeira da minha mulher

Os blogues podem incluir conteúdos sensíveis ou desencadeadores. Aconselha-se a discrição do leitor.

Ok, acho que tecnicamente é a NOSSA torradeira, agora que estamos casados e a viver na mesma casa.

Mas esta torradeira era da nossa mulher/parceiro-sistema antes de vir para cá, por isso continua a ser muito importante dar-lhe a distinção de ser a torradeira da nossa mulher

De qualquer forma, pessoalmente ADORO esta coisa

Não há apenas duas vagas, mas QUATRO

Só isto já me faz sentir como uma pessoa estranhamente rica :3

Mas, para além disso, a barra de regulação não é um botão rotativo como as torradeiras que tive anteriormente

(Por favor, ignorem as migalhas, acabei de fazer dois strudel de torradeira)

Mas olha só!!! 😍

É lindo! Vai de 1 a 9, o que, quando apresentado desta forma, parece fazer "clique" no meu cérebro (especialmente com os conceitos de "bagel" no lado mais baixo, apenas tostado, e "defrost" no outro extremo)

Costumávamos odiar fazer coisas na torradeira, especialmente quando estávamos a crescer. As nossas Unidades Parentais normalmente não tinham outro problema para além de um ligeiro aborrecimento quando nos esquecíamos de voltar a pôr a configuração para a predefinição (havia alturas em que a reação era mais extrema, mas, na maior parte das vezes, o nosso sistema sentia-se confiante de que não teríamos muitos problemas por utilizar a torradeira), mas também nunca podíamos "afinar" as nossas configurações preferidas para as várias comidas feitas na torradeira que gostaríamos de ter. A definição voltava a ser alterada para a definição que as nossas unidades-mãe ditavam (algures demasiado perto de "escurecido até ao âmago" para as nossas preferências), e com a coisa estranha do botão de marcação sem número, combinada com a nossa amnésia, muitas vezes "seguíamos o nosso instinto" quando estávamos a torrar coisas... e nunca correu muito bem para nós.

A maior parte das vezes, a comida era comestível. Mas continuava a estar semi-congelada no meio. E se a virássemos e voltássemos a colocá-la, transformava-se num desperdício de comida estaladiça e queimada (porque o nosso eu neurodivergente não consegue lidar com produtos de pão queimados até ficarem pretos). Por isso, muitas vezes, contentávamo-nos com os pontos frios no meio dos nossos alimentos feitos na torradeira.

Mesmo com a nossa própria torradeira, não o conseguimos fazer na totalidade. Conseguimos chegar à fase comestível, mas ainda congelada no meio, mas não a nada melhor.

Mas com esta torradeira - a fantástica e maravilhosa torradeira da nossa mulher - conseguimos fazer strudels de torradeira que ficam QUENTES durante todo o tempo, com pouca ou nenhuma queimadura, mesmo nas bordas e nos cantos!!!

Ainda estamos a afiná-lo (porque podemos afiná-lo melhor com a combinação dos números com pontos, bem como com os pequenos sons de ajuste de cliques que são feitos quando o deslocamos ^.^), mas sabemos que, desde que estejamos na casa dos "7", podemos colocar o nosso delicioso strudel de morango e queijo creme na torradeira UMA VEZ, e depois estão prontos a comer!

Descobri que ainda temos o hábito de voltar a ajustar o seletor/deslizador para a região onde se encontrava antes, mas talvez consigamos deixar esse hábito de lado se a nossa mulher não se importar (não vejo porque não o faria, mas mesmo que seja mais conveniente para ela, não me importo de o manter)...mas estou tão entusiasmado com o facto de, com a combinação de números, cliques e a barra deslizante horizontal em vez de um mostrador, podermos tornar algo que já é difícil para nós (comer) um pouco mais fácil!

E depois, algo que é ainda mais um sonho de infância tornado realidade é o facto de o sistema da nossa mulher/parceira não gostar dos pacotes de cobertura que vêm com os strudels da torradeira (o que é um conceito tão estranho para mim, porque essa bondade açucarada faz parte de toda a minha atração por eles ^.^)... isto deixa-me a mim/ao meu sistema com PACOTES DE COBERTURA EXTRA

A sério.

Nem sequer nos apercebemos do sonho de infância que era ter DOIS pacotes de glacé por strudel até estas circunstâncias terem caído na nossa vida.

É a coisa mais incrível e deliciosa do mundo

E como

Não é que ter um strudel de torradeira fantástico vá fazer com que tudo o resto na nossa vida se encaixe

Mas fez com que comêssemos ALGUMA COISA hoje.

E isso é, honestamente, um passo ENORME para nós.

Por isso, obrigado à torradeira da nossa mulher! E obrigado à nossa mulher/sistema de parceria por nos deixar beneficiar dos pacotes de glacé que não usas!

:3
-=-=-=-=-=

Escrito por: Nai

4 Comentários
Mais antigo
Mais recente Mais votados
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
O sistema de fissuras estelares
3 meses atrás

<3 <3 <3

AyameKurenai
3 meses atrás

<3
É fantástico que funcione tão bem para ti e que gostes tanto dela!

Saltar para o conteúdo